\RSS"
Home > DPOC > Inaladores que combinam broncodilatadores com corticoesteróides mais comparticipados pelo Estado

Inaladores que combinam broncodilatadores com corticoesteróides mais comparticipados pelo Estado

A partir de agora, os pacientes com DPOC e asma vão poder adquirir os seus inaladores por um valor inferior ao que têm vindo a pagar. Estes fármacos passaram a ser comparticipados pelo Estado em 69%, enquanto anteriormente o apoio se ficava pelos 37%. Assim, cerca de um milhão de asmáticos e meio milhão de pacientes com DPOC vão poder aliviar não só os seus sintomas respiratórios como as contas da farmácia.


A alteração à comparticipação destes tipos de fármacos entrou em vigor no dia 1 de Novembro de 2009, de acordo com a portaria 1263/2009 publicada em Diário da República, e terá a duração de um ano. Findo este período, terá de ficar provado o impacto positivo desta medida no controlo da asma e de outras patologias respiratórias para que a comparticipação estatal se mantenha perto dos 70%.
Recorde-se que várias associações de doentes com problemas respiratórios desenvolveram esforços no sentido de reduzir o preço destes medicamentos.