\RSS"
Home > Asma > Crianças com asma difícil têm resposta incompleta aos corticosteróides

Crianças com asma difícil têm resposta incompleta aos corticosteróides

fonte: ERJ

Apenas 11% das crianças com asma difícil apresentam uma resposta completa aos corticosteróides (melhoria dos sintomas, espirometria normal, fracção de óxido nítrico exalado normal e ausência de resposta ao broncodilatador), o que sugere a necessidade de terapêuticas alternativas para este grupo de doentes. É pelo menos o que defende um grupo de investigadores ingleses e australianos, num estudo publicado recentemente no European Respiratory Journal.
Conforme se pode ler neste jornal, dos 81 doentes a tomar corticosteróides, apenas 9 tiveram uma resposta completa.