\RSS"
Home > Asma > Asma ocupacional

Asma ocupacional

9 artigos
hp_small_227

Só quem sofre de alergias respiratórias compreende plenamente como até os sintomas mais “simples”, como ter o nariz sempre a pingar ou entupido e os olhos sempre a chorar podem deitar por terra o ânimo do profissional mais activo.

hp_small_163

Uma doença profissional é aquela que resulta directamente das condições de trabalho, consta da Lista de Doenças Profissionais e causa incapacidade para o exercício da profissão ou morte.

Os doentes com asma ocupacional devem cumprir algumas regras, para que a sua doença não agrave ao ponto de eventualmente terem de abandonar a actividade profissional.

hp_small_23

A farinha de cereais, o pó de madeira (vulgarmente designado por serrim ou serradura) os epitélios dos animais, as gomas,…

hp_69

Grande parte dos trabalhadores que suspeitam ter asma ocupacional receiam ter de deixar o seu emprego, o que pode atrasar…

hp_small_163

Estima-se que, entre todas as doenças respiratórias relacionadas com a actividade laboral, a asma ocupacional seja responsável por 26 a 52% dos casos.

A provocação brônquica em condições estandardizadas com o agente etiológico é habitualmente aceite como o método mais sensível e específico no diagnóstico de asma ocupacional.

hp_small_227

A asma ocupacional é uma doença caracterizada por uma obstrução variável das vias aéreas e/ou hiperreactividade brônquica desencadeada(s) por um estímulo exclusivo ou por condições particulares existentes no ambiente laboral.

hp_small_30

A Asma Ocupacional é uma doença com diversas dificuldades diagnósticas, atendendo desde logo ao facto de estarem mais de 400 factores etiológicos identificados.

ver mais artigos