\RSS"
Home > Asma > Como agir se o seu filho tiver um ataque de asma

Como agir se o seu filho tiver um ataque de asma

Como agir se o seu filho tiver um ataque de asma

Não é surpreendente que muitos pais entrem em pânico quando o(s) filho(s) tem indícios de ataque de asma. Se uma criança tiver um ataque, reconhecer os sinais e agir rapidamente pode salvar-lhe a vida.


Como saber se o seu filho está a ter um ataque de asma

Ficar atento a qualquer sinal de problemas na respiração
Crianças mais velhas ou que já tenham tido problemas devido à asma, poderão dizer com maior facilidade que estão com dificuldade em respirar.

Reclamações de dores no peito são para levar a sério
Crianças que estão a ter ataques de asma pode queixar-se de dores no peito ou uma sensação de aperto no peito – é uma dor comum pois, quando o ar está preso nas vias aéreas, a pressão no peito aumenta.

Reconhecer as limitações da criança
Uma criança mais nova, ou uma criança que nunca teve um ataque de asma, pode não saber descrever que está com falta de ar ou com dor no peito – dizer que se sente estranha ou doente pode ser um sinal.

 

Análise a Respiração da Criança

Verificar se está com respiração rápida
Normalmente, a criança não deve respirar mais de 20 vezes por minuto – se respirar mais rápido que isto, pode estar com dificuldades em respirar.

Analisar se está a respirar com esforço
Uma criança que respira normalmente usa principalmente o diafragma, mas se estiver com um ataque de asma utiliza outros músculos para poder trazer mais ar – poderá perceber através do esforço no pescoço, peito e barriga. Para além disso poderá ter uma postura corcunda, com os braços em volta dos joelhos.

Procurar por retrações intercostais
As retrações intercostais são movimentos indicadores de dificuldade respiratória. Quando as vias aéreas superiores ficam parcialmente obstruídas, o fluxo de ar fica restringido. Como resultado, os músculos intercostais retraem-se entre as costelas.

Verificar se as narinas estão irritadas
São um sinal útil de um ataque de asma nos bebés e crianças novas, dado que não conseguem comunicar os sintomas.

Ouvir o barulho da respiração
Crianças têm ataque de asma geralmente fazem um som de apito, com um componente vibratório – isto acontece quando o ar é forçado por uma passagem muito estreita.

Perceber se há ocorrência de tosse
A tosse pode também indicar um ataque de asma. Acontece porque a tosse faz com que a pressão aumente nas vias aéreas, forçando as vias aéreas a abrir. Tosse persistente, à noite, é um sintoma comum de asma leve nas crianças. No entanto, se a criança tossir repetidamente por muito tempo, provavelmente está a ter um ataque de asma.

Atitude preventiva

Ataques asmáticos em crianças são, muitas vezes, desencadeados por exposição a alérgenos, atividade física prolongada, estar perto de fumadores, infeções respiratórias e fortes emoções, portanto, tome cuidado extra nestas circunstâncias.
Mesmo que os seus sintomas melhorem e pense que já não há necessidade de tratamento, deverá consultar um médico o mais cedo possível. Na maioria dos casos de ataque de asma, usar um inalador de alívio pode ser suficiente para controlar e aliviar os seus sintomas, no entanto, mantenha a vigilância pois poderá ser necessária uma ação. Em caso de dúvida entre em contacto com o seu médico.