\RSS"
Home > Notícias Asma > As alergias: principais alergénicos e sintomas

As alergias: principais alergénicos e sintomas

As alergias: principais alergénicos e sintomas

Ao chegar a Primavera, surgem as conhecidas alergias aos pólenes. Porém, existem diversas alergias que nada têm a ver com a sazonalidade. Estão presentes durante o ano inteiro. Seja qual for o caso, é necessário saber lidar com os vários sintomas e tratar da alergia antes que ela se apodere de si e prejudique o seu dia a dia.

A gravidade das alergias depende de pessoa para pessoa e as reações alérgicas revelem-se de modo diverso, podendo afetar as vias aéreas, os olhos, a pele e o sistema digestivo. Os sintomas da alergia podem intermitentes ou persistentes e, ao persistirem, podem manifestar-se de forma ligeira, moderada ou grave.

Controlar as alergias

Existem pessoas com maior predisposição a desenvolver uma alergia, por serem mais sensíveis a determinadas substâncias. O corpo encara-as como se fossem agressivas, apesar de serem comuns. No primeiro contacto entre o organismo e essa mesma substância (o alergénio) há uma resposta do sistema imunitário originando uma sensibilização. Num contacto posterior são libertados os chamados mediadores, que são responsáveis pelos sintomas típicos de uma alergia.

Os sintomas da alergia variam consoante o alergénio e o órgão que lhe é mais sensível:

As vias aéreas – Espirros, nariz congestionado ou a pingar, tosse e dificuldade em respirar;

Os olhos – Lacrimejantes e com comichão;

A pele – Vermelha, irritada e com comichão;

Sistema Digestivo – Vómitos e diarreia.

Os principais alergénios

Pólen - Grãos produzidos pelas plantas, suficientemente pequenos e leves para serem transportados por insetos e vento e entrar no aparelho respiratório;

Ácaros do pó – Organismos que vivem no pó e nas fibras usadas no fabrico de alcatifas, tapetes, colchões, cobertores, almofadas e bonecos de peluche;

Bolores – Fungos que flutuam no ar, habitando espaços confinados e húmidos como a cave e a casa de banho;

Pelo dos animais – A alergia é provocada por proteínas que existem na pele, na saliva e na urina de animais como o cão e o gato;

Alimentos – Por exemplo, leites, ovos, marisco, amendoins, citrinos e morangos são os alimentos mais propícios a causar alergias;

Medicamentos - A penicilina ou seus derivados e o ácido acetilsalicílico, entre outros.

Outros alergénios – O látex que está presente em preservativos, luvas, entre outros.

Tome nota desta informação que partilhamos consigo e cuida da sua saúde, evitando algumas alergénios. Em caso de dúvida ou persistência dos sintomas, aconselhamos que consulte o seu médico ou farmacêutico.