Home > Asma

Peak-Flow Meter – o que é, como e quando se deve usar?

O peak-flow meter (debitómetro) é um instrumento que serve para medir a eficácia da função pulmonar e indica quão abertas estão as vias respiratórias ou quão difícil é respirar.
Peak-Flow Meter – o que é, como e quando se deve usar?

O que é?

O peak-flow meter (debitómetro) é um instrumento que serve para medir a eficácia da função pulmonar e indica quão abertas estão as vias respiratórias ou quão difícil é respirar. É um aparelho pequeno, portátil e económico, que mede o fluxo de ar ou a taxa de fluxo expiratório máximo, podendo ser de grande utilidade para os asmáticos.

Quando usar?

  • O peak-flow meter (debitómetro) é utilizado para:
  • Diagnosticar a asma;
  • Avaliar a severidade da doença;
  • Monitorizar a evolução da asma e registar dados objectivos e regulares que servirão de apoio ao médico assistente;
  • Verificar a resposta à medicação;
  • Prevenir crises.

Este instrumento constitui uma preciosa mais-valia para o controlo e manutenção da asma, sendo um excelente apoio para os pais que controlam a asma dos seus filhos.

Como usar?

  • Certifique-se de que o “contador” está a zero;
  • Coloque-se de pé;
  • Inspire o mais profundamente possível;
  • Coloque o medidor na boca e aperte a boquilha com os lábios para evitar que o ar se escape para fora do medidor;
  • Sopre o mais forte e rapidamente que conseguir, durante 2 segundos;
  • Não tussa nem bloqueie a boquilha com saliva ou com a língua;
  • Anote o valor obtido;
  • Repita o processo mais duas vezes e aponte o valor mais elevado no seu registo (os três valores obtidos devem ser similares);
  • Cumpra as indicações de limpeza do peak-flow meter (debitómetro) para garantir a precisão das leituras futuras.

O fluxo de ar expirado considerado “normal” varia de acordo com a idade, sexo e altura da pessoa. O asmático deve tomar como referência o melhor valor que conseguir obter num espaço de 2 a 3 semanas, antes de iniciar o plano de controlo. Para obter esse valor:
  • Use sempre o mesmo peak-flow meter (debitómetro);
  • Anote o fluxo máximo todos os dias, durante 2 a 3 semanas;
  • Ignore valores muito díspares.

O melhor valor pessoal vai sofrendo alterações ao longo da evolução da doença (e do crescimento, no caso das crianças). O médico vai actualizar o valor de referência com alguma regularidade.

Tomando como ponto de partida o melhor valor pessoal (100%), o asmático deve manter os resultados acima dos 80%. Para uma melhor orientação, pode usar um sistema de semáforo:

Verde – Asma bem controlada
Valores entre os 80 e os 100%;
Não apresenta sintomas;
Deve manter o programa de controlo;
O médico pode considerar reduzir gradualmente a medicação.

Amarelo – Atenção
Valores entre os 50 e os 80%;
A doença está a piorar e pode haver sintomas;
Deve aumentar a medicação de manutenção. Siga as instruções prévias do médico ou entre em contacto com ele, caso tenha dúvidas.

Vermelho – Perigo!
Valores abaixo dos 50%;
Use um broncodilatador para alívio dos sintomas;
Aguarde e volte a utilizar o peak-flow meter (debitómetro);
Se as leituras não melhorarem (passando, pelo menos, para o nível amarelo) contacte o médico;
A terapia de manutenção tem de ser aumentada.

Fale com o seu médico, pergunte-lhe se a utilização de um peak-flow meter (debitómetro) será indicado no seu caso ou do seu filho.